Como evitar dívidas no cartão de crédito?

Hoje, grande parte dos brasileiros sofrem com as dívidas e muitas delas são provenientes do cartão de crédito. Para te ajudar a evitar essa realidade, ou sair dela, fique atento as nossas orientações e gaste com responsabilidade.

O primeiro passo para começar a se organizar é avaliar a sua situação financeira atual, o que realmente é necessário e o que é dispensável. Veja também quais gastos podem ser minimizados e quais devem ser cortados.   

Após conhecer o seu panorama atual, acompanhe periodicamente suas despesas. Para isso, utilize aplicativos ou agendas para anotar e monitorar as seus gastos. Lembre-se de anotar tudo, principalmente as compras pequenas, você poderá se surpreender com o resultado final.

Uma dica é utilizar planilhas para organizar e visualizar melhor todos esses gastos mensalmente, assim você terá controle do que foi gasto, quanto sobrou do seu salário e o que pode ser repensado no próximo mês. Não esqueça que assim como o aplicativo ou agenda, sempre atualize a sua planilha mensal.

Você também deve dar preferência a pagamentos à vista e utilizar o cartão de crédito somente quando for extremamente necessário. Geralmente, pagamentos em dinheiro possuem descontos e além de comprar o produto em questão por um valor menor, não terá parcelas para quitar nos próximos meses, saiba mais sobre essa prática clicando aqui.

Crie metas financeiras, mas lembre-se, esses objetivos devem ser realistas com a sua condição financeira. Elas irão servir como um incentivo para que você mantenha seu planejamento em dia. Também é importante que você as analise essas metas mensalmente, assim terá um controle a mais e saberá como seus resultados estão indo.

Outra forma de manter seu planejamento financeiro em dia é sempre ter uma reserva de emergência. Você pode separar uma porcentagem pequena do seu salário para utilizar em casos de incidentes.

Outro fator importante que deve ser evitado é a compra por impulso, além de poder causar prejuízo financeiro, quase sempre esse tipo de aquisição não é algo necessário no momento. Por isso, não compre por empolgação ou impulso, espere e reflita sobre a real necessidade do produto ou serviço que você está desejando no momento.

Levando em consideração essas dicas, temos certeza que sua vida financeira irá mudar. Dívida é coisa séria e é preciso controlá-las antes que vire uma bola de neve.