NOME SUJO: O que pode acontecer quando estou NEGATIVADO?

Em um país em lenta recuperação de uma profunda crise, muitas pessoas enfrentam problemas para pagar suas dívidas e acabam ficando com seu CPF negativado, o famoso NOME SUJO. Isso significa que o estabelecimento credor incluiu o nome do consumidor na Serasa ou SPC por não ter recebido o pagamento. 

Estar com o nome sujo implica em algumas consequências que podem atrapalhar a vida do consumidor. Veja algumas delas abaixo:

Queda do Serasa Score

O Score de Crédito é uma espécie de pontuação que cada pessoa possui pelo seu histórico e comportamento financeiro. Quando o consumidor deixa de pagar uma dívida e fica negativado, esta pontuação pode cair. 

Dificuldade de conseguir crédito 

Quando o Score de Crédito sofre uma queda, as instituições financeiras podem negar crédito. O acesso a empréstimos e financiamentos fica mais difícil. O banco ainda pode suspender a entrega de novas folhas de cheque. 

Sem cheque especial

Assim como o caso anterior, o acesso ao cheque especial pode ser cortado, assim como outras vantagens que o banco oferece. 

Nome sujo não pode abrir conta corrente 

Uma pessoa com CPF negativado, portanto, tem grandes dificuldades em abrir uma conta corrente e solicitar um cartão de crédito. A instituição financeira perde a confiança no consumidor com nome sujo. 

Escolas e faculdades podem recusar a matrícula

A Instituição de ensino pode recusar a renovação de matrícula. Entretanto, não pode impedir o aluno de frequentar aulas e fazer provas. 

Possibilidade de não conseguir um emprego

A decisão de contratar ou não um candidato negativado é de cada empresa, mas o consumidor que está com o nome sujo deve estar ciente de que esta pode ser uma prática de muitas empresas. 

Juros mais caros

Se o score está baixo, é bem possível que poucas empresas aceitem abrir crédito para o consumidor negativado. Por isso, os juros daquelas que aceitam tendem a ser mais altos. 

Como sair dessa situação 

O Procon Vitória aconselha fugir dos endividamentos, portanto, se esta for uma realidade difícil de ignorar, tente resolver o problema o quanto antes. Descubra qual foi o estabelecimento que colocou o seu nome no Serasa ou SPC e negocie sua dívida.